A perda de um ente querido é sempre muito difícil para toda a família. Além de enfrentar o luto, existe também o desafio de lidar com as questões burocráticas, inclusive quando a partilha da herança está envolvida no processo.

O testamento consegue resolver bem os problemas de divisão, principalmente se estiver escrito com clareza. Mas, na falta dele, é preciso ter calma para reunir todos os parentes e conversar sobre o destino do patrimônio.

Para auxiliar suas ações em um contexto tão delicado, providenciamos este artigo com dicas essenciais sobre como administrar herança. Assim, você poderá se organizar melhor e proceder corretamente de acordo com as determinações legais. Confira!

Acalme o lado emocional e não tenha pressa para tomar decisões

Diante da dor da perda, é impossível evitar a sensação de confusão, choque e vazio. Essa mistura de sentimentos acaba interferindo em nossa capacidade de análise e na tomada de decisões, etapas muito importantes para uma boa administração da herança. Por isso, é necessário tranquilizar o lado emocional antes de qualquer atitude.

Tente ao máximo entender suas emoções e separá-las da parte lógica de seu cérebro. Não hesite em pedir ajuda aos familiares de confiança, principalmente para tranquilizar os envolvidos de que tudo será feito de maneira correta.

Lembre-se de que é uma grande responsabilidade fazer uma distribuição de bens justa e imparcial. Esse pensamento pode lhe ajudar a priorizar ideias e manter a calma. É importante não se desesperar e não fazer nada com pressa, pois isso pode ter consequências pesarosas no final.

Verifique quem tem direito à herança e informe-se sobre o inventário

Se o testamento não orientar a respeito da partilha, o próximo passo é verificar legalmente quem tem direito a receber a herança. Caso todos os herdeiros entrem em concordância, é possível prosseguir a divisão sem qualquer interferência da justiça.

Do contrário, é necessária a realização de um inventário judicial. Neste documento, todos os bens deixados serão listados e descritos em detalhes, procedimento que deve ser realizado até 60 dias após o falecimento ou haverá multa.

Somente um advogado pode abrir o processo de inventário e os herdeiros terão de arcar com diversos gastos, como impostos, custos judiciais, valores do cartório e honorários do profissional contratado. Portanto, cuidado! Parte do dinheiro envolvido na herança pode acabar sendo aplicado aqui.

Conte com profissionais que orientem sobre como administrar a herança

Na medida do possível, não realize todos os trâmites por conta própria. Prefira contar com profissionais especializados para não correr riscos de dar passos em falso ou cometer algum erro.

De início, procure uma assessoria jurídica para assegurar o cumprimento da lei em todas as etapas. Depois, busque corretores confiáveis para avaliar preços de imóveis que estiverem no inventário. Por fim, tenha a ajuda de uma assessoria de investimentos para auxiliar na aplicação do dinheiro a curto, médio e longo prazo.

Ainda que você considere estar emocionalmente estabilizado, essa será uma ajuda a mais na organização necessária. Dessa maneira, você mantém todos os bens regularizados, fornece um retorno adequado para os envolvidos e torna-se um investidor de sucesso, com bom conhecimento sobre o mercado financeiro.

agende uma consultoria de investimentos

Mantenha-se informado e sempre obedeça todos os passos da lei

Receber uma herança envolve inúmeras determinações previstas em lei. A primeira de todas é declarar os bens recebidos à União. Essa é uma etapa delicada e que só pode se desenvolver com o auxílio de condução jurídica.

No que diz respeito ao casamento, é preciso avaliar o regime de bens do casal. As situações de comunhão universal de bens e separação total de bens trazem particularidades fundamentais para definir a partilha adequadamente.

Quando não existe testamento, a divisão de bens é feita de acordo com a sucessão legítima, que privilegia cônjuge, filhos, netos, bisnetos, pais, avós e bisavós. Na ausência desses herdeiros, os beneficiados se mantêm conforme a linha sucessória que segue: irmãos, tios, sobrinhos e primos.

Guia de Planejamento Financeiro Pessoal e investimentos

Faça uma lista de objetivos quando estiver preparado

A partir do momento em que você estiver pronto para administrar sua herança, coloque suas metas financeiras no papel. Defina projetos que você gostaria de realizar, considere possíveis investimentos e veja como o dinheiro que está em mãos pode lhe ajudar a colocar tudo em prática.

Se preferir, você pode aplicar a herança em uma poupança ou ainda pagar dívidas antigas que precisam ser quitadas. Não se sinta culpado em utilizar o dinheiro, pois deixar bens para partilha é uma forma de assegurar o futuro de quem deixamos para trás.

O maior cuidado que você deve ter é mesmo o planejamento, para não gastar de forma desavisada. Neste cenário, ressaltamos mais uma vez a importância da consultoria financeira, quando um assessor de investimentos poderá fornecer a orientação necessária para que você faça bom uso da herança.

agende uma consultoria de investimentos

Combine objetivos e estratégias para aplicar bem sua herança

Assim que você souber como quer aplicar o dinheiro recebido, antecipe-se em colocar 5% do valor total em um fundo de reserva. Esta é a melhor maneira de limitar gastos desnecessários e ter em mãos somente o que você pode realmente gastar.

Em seguida, veja a lista de objetivos que você montou e identifique quais são os mais importantes e acessíveis, para determinar estratégias sobre o que será feito primeiro. Ainda que você sinta urgência em colocar em prática alguns itens, consulte os profissionais contratados para ter uma confirmação de que essa é melhor opção.

A herança pode dar uma boa margem de segurança financeira, mas você precisa ser fiel ao seu plano. Portanto, não há problemas em gastar uma quantia com caprichos, desde que você priorize o que realmente vale a pena e não perca oportunidades importantes: as suas gerações futuras agradecem.

Aprender como administrar herança é uma verdadeira aula de educação e prosperidade financeira. Com tranquilidade e cautela, você pode melhorar muitos aspectos da sua vida e ainda aumentar seu patrimônio para as próximas gerações da família.

Se tudo o que descrevemos aqui faz parte da sua atual situação e você precisa de uma orientação inicial, procure a nossa consultoria gratuita de investimentos. Estamos prontos para lhe ajudar com sua herança e atendê-lo da melhor forma possível!

Guia para escolher o melhor fundo de investimento e construir riqueza

Seja informado a cada novo post!

Assine e receba novos posts diretamente em seu email

Sobre o autor

Avatar

Caminho para Riqueza

Caminho para Riqueza é um blog de educação focado em investimentos financeiros.