fbpx

Conheça melhor os principais índices das bolsas de valores

Não é incomum se deparar com notícias que apontam quedas em bolsas de valores de diferentes países ao redor do mundo. Muitas vezes, o significado dessa frase não fica claro e pode passar um entendimento impreciso. Em geral, essas notícias se referem à queda nos principais índices de cada bolsa de valores.

Dessa forma, para uma melhor compreensão do mercado financeiro global, é importante compreender como funcionam cada um dos principais índices das bolsas de valores ao redor do mundo além também do Ibovespa, índice da bolsa brasileira. Eles podem abranger quantidades diferentes de empresas e ter um peso diferente em relação ao percentual total da bolsa que é coberto pelo índice de referência.

Assessoria de Investimentos - Crise 3

S&P 500 – Estados Unidos

O S&P 500 é, sem dúvidas, um dos principais índices do mercado financeiro a nível mundial. Esse índice é o mais importante da NYSE, principal bolsa de valores americana, e também o principal índice de ações nos Estados Unidos. Esse índice é administrado pela Agência de Rating Standard&Poors (S&P).

S&P 500: NYSE e Nasdaq

Diferente de outros índices, o S&P 500 não representa apenas ações listadas na NYSE especificamente, mas também ações listadas em outras bolsas dos Estados Unidos, como a NASDAQ. Essa abrangência contribui inclusive para que esse índice seja uma referência mais precisa sobre as empresas atuantes nos Estados Unidos de forma geral.

O S&P 500 é composto pelas 500 maiores empresas das bolsas dos Estados Unidos em valor de capitalização. Todavia, há alguns critérios específicos para que a ação de uma empresa componha esse índice:

  • As ações devem ter mínimo de 50% em free float, ou seja, disponíveis para negociação pública;
  • Mínimo de 50% dos ativos físicos e receitas devem estar no Estados Unidos;
  • Necessário operar nos Estados Unidos;
  • Possuir valor de mercado mínimo de US$ 6 bilhões;
  • A ação deve custar no mínimo US$ 1.

Abrangência e ponderação do S&P 500

Apesar das bolsas americanas terem milhares de ações listadas, o S&P 500 cobre cerca de 80% do valor de capitalização dessas bolsas. As empresas listadas são revistas trimestralmente, de forma a manter a cobertura do índice em caso de grandes desvalorizações de determinada ação ou mesmo caso determinada empresa deixe de cumprir os pré-requisitos.

Além disso, é importante salientar que as 500 ações que compõe esse índice não possuem pesos idênticos para realizar o seu cálculo. A ponderação de cada ação é feita de acordo com o valor de mercado da mesma. Dessa forma, as variações de cada ação tem pesos diferentes para a composição do índice.

Por exemplo, caso uma ação represente 10% do índice S&P 500 e outra ação represente 5%, caso a primeira ação suba 1% e a segunda ação caia 1%, o impacto da alta da primeira ação no índice será maior do que a queda da segunda ação.

Dessa forma, a compreensão da ponderação é de suma importância, pois é possível em determinados índices grandes empresas puxarem o índice para cima ou para baixo, mas as demais empresas estarem em trajetórias totalmente opostas.

Nasdaq Composite

O NASDAQ Composite diferente do S&P 500 é composto apenas por ações listadas na NASDAQ. Contudo, ele é composto por um número bem maior de ações, no caso 3.300 ações, o que o torna um dos principais índices do mundo. É importante lembrar também que apesar da NYSE ser maior que a NASDAQ em valor de mercado, essa última bolsa de valores possui um número maior de ações listadas.

Além disso, o NASDAQ Composite possui menos restrições para que uma ação possa fazer parte desse índice. Por exemplo, nesse caso não é necessário que a empresa possua operação no Estados Unidos. Esse ponto colabora para que o NASDAQ seja um índice com uma abrangência mais global.

FIIs e ADRs fazem parte

Dessa forma, além de ser composto por ações, o NASDAQ Composite também é composto por Fundos de Investimento Imobiliários e ADR’s (American Depositary Receipts). Todavia, outros ativos que também são negociados em bolsa como Fundos ETF’s e derivativos não podem fazer parte da composição desse índice.

Além de abranger outros tipos de ativos, como FII’s, a NASDAQ é uma bolsa de valores conhecida por abrigar startups e empresas de tecnologia. Dessa forma, o NASDAQ Composite também é importante para ter uma ideia geral do ritmo desse tipo de empresa, em especial nos Estados Unidos.

Cálculo para ponderação do NASDAQ Composite

Assim, como o S&P 500, o NASDAQ Composite possui uma ponderação para realizar o cálculo do seu índice. Os critérios são similares, em suma, as empresas com maior valor de capital possuem maior peso no momento de realizar o cálculo do índice.

Todavia, no caso do NASDAQ, como há um maior número de ações que compõe esse índice, é mais difícil para poucas empresas terem um impacto tão grande no índice. Dessa forma, para haver grandes variações nesse índice é necessário um ciclo de baixa ou alta generalizada, ou seja, esse índice não costuma ter grandes movimentos gerados por poucas empresas.

Ebook-fundos-imobiliarios-fiis-fii

Dow Jones Industrial Average

O índice Dow Jones é junto com o S&P 500 e o Nasdaq Composite um dos principais índices do mercado de ações dos Estados Unidos. Apesar de ter uma abrangência menor que os outros dois índices, esse é o índice mais popular devido ao fato de que ele é mais publicado na mídia ao redor do mundo que os outros dois. Esse índice é administrado pelo Wall Street Journal.

O Dow Jones é o índice mais antigo dos três, criado no final do século XIX. Ele é composto apenas por 30 ações do mercado estadunidense, podendo ser listadas na NYSE ou na NASDAQ. Os únicos critérios para essas ações são que elas devem ser de empresas dos Estados Unidos e devem ser líder de mercado nos seus segmentos de atuação.

No caso de mudanças no mercado, como surgimento de alguma nova empresa como líder do seu setor de atuação ou mesmo queda de alguma empresa que esteja listada, a alteração pode ser feita a qualquer momento. As empresas de tecnologia, por exemplo, ganharam espaço nesse índice entre o final do século XX e início do século XXI.

Cálculo do índice

O cálculo do índice Dow Jones é mais simples que os demais índices e até por isso acaba gerando um debate sobre a precisão desse índice. Em suma, o cálculo é feito a partir da soma do preço das ações das 30 companhias que compõe o índice.

Para alguns analistas do mercado, isso faz com que o índice seja impreciso dado que a variação de ações cujos preços são menores impactam mais que nas demais. Outra crítica é referente a ser um número pequeno de ações dentro de uma economia tão ampla quanto a economia dos Estados Unidos.

FTSE 100 – Bolsa de valores de Londres

O FTSE 100 é o principal índice da bolsa de Londres, uma das mais importantes da Europa e talvez a mais tradicional no mundo. Esse índice é administrado de forma conjunta pelo jornal britânico Financial Times e a Bolsa de Valores de Londres. Apesar da bolsa de Londres ser uma das mais antigas do mundo, esse índice é relativamente novo e foi fundado em 1984.

As 100 empresas que compõe esse índice são as 100 maiores empresas da bolsa de Londres em valor de mercado. Em geral, o valor de mercado das empresas que compõe o índice representam 80% da capitalização total dessa bolsa de valores. Vale lembrar que apesar da bolsa de valores ter uma grande variedade de ativos que possibilitam investimento em ouro, investimento em prata e outras commodities, o índice em questão é composto apenas por ações.

Apesar de existirem outros índices dessa bolsa que acompanham um número maior de empresas, o índice que acaba por ser mais representativo é o FTSE 100 justamente por abarcar as principais empresas listadas nesse mercado. Além disso, esse índice não faz distinção entre empresas britânicas ou estrangeiras, contudo ela deve ter uma atuação mínima no Reino Unido.

Ponderação para cálculo do FTSE 100

A forma de se calcular o FTSE 100 é similar à metodologia do S&P 500 e do NASDAQ Composite. É realizada uma ponderação a partir do valor de mercado de cada empresa e dessa forma variações de preço nas ações das maiores empresas tendem a ter um impacto maior sobre o índice.

Além disso, outro fator que é levado em conta para realizar o cálculo do índice é a porcentagem das ações daquela companhia em free float. Dessa forma, esse fator colabora para evitar que uma empresa que controle boa parte das ações e tenha uma parcela menor disponível para negociação pública impacte o valor do índice.

CAC-40 – França

O CAC-40 é o principal índice da bolsa de valores europeia (EURONEXT), todavia, esse índice aglutina apenas as empresas francesas, as quais são as com maior capitalização dentro dessa bolsa de valores. Esse índice é remanescente da antiga bolsa de valores de Paris e se manteve ativo com a fusão da bolsa de Paris com outras bolsas europeias.

Esse índice é composto pelas 40 principais ações francesas listadas na Euronext, as quais incluem empresas com abrangência mundial como Carrefour (varejo), Total (petrolífera), Renault (automobilístico), entre outras. Vale ressaltar que apesar dessas ações representarem apenas o mercado francês, todas estão entre as 100 principais ações da bolsa de valores europeia.

A composição desse índice é revista trimestralmente a fim de manter o índice representativo das principais ações francesas e da Euronext. A cada revisão são analisados os 12 meses anteriores a fim de conferir que as empresas continuam respeitando os critérios, sobretudo relacionado ao valor de mercado e ao free float.

Ponderação e cálculo do CAC-40

A ponderação do CAC-40 é similar a outras bolsas de valores, sendo feita uma ponderação a partir do valor de mercado de cada empresa. Uma especificidade nesse caso é que nesse índice existe um limitador de 15%, ou seja, uma ação sozinha não pode impactar mais do que 15% a variação do índice.

Dessa forma, além do valor de mercado, o CAC-40 concede um peso também para a porcentagem de ações da companhia em free float. Portanto, quanto maior a porcentagem das ações da empresa que podem ser negociadas livremente, maior tende a ser a participação dessa ação na composição do índice.

DAX Index – Bolsa de Frankfurt (Alemanha)

O DAX index é o principal índice de ações da Alemanha, ele acompanha a movimentação das 30 principais ações da bolsa de Frankfurt em valor de mercado. Apesar de não ser uma bolsa de valores tão representativa a nível mundial, o fato da Alemanha ser a maior economia europeia faz com que essa bolsa ainda tenha uma grande relevância no mercado financeiro.

As ações das principais empresas alemãs são listadas nessa bolsa e compõe o DAX. Dessa forma, grandes companhias de alcance mundial como a Adidas, Volkswagen, Allianz, Siemens, entre outras, estão dentro do DAX.

Dado que essa é uma bolsa de valores, em suma, composta por companhias alemãs, o DAX basicamente representa ações desse país. Além disso, a composição do índice é revista de forma periódica, com o objetivo de manter o índice com grande representatividade não apenas da bolsa de valores mas também da economia da Alemanha.

Cálculo do DAX Index

O cálculo do DAX Index segue basicamente a forma de cálculo dos principais índices das bolsas de valores. Portanto, é feita uma ponderação a partir do valor de mercado de cada empresa e o impacto dessa ação no índice varia de acordo com o valor de mercado relativo de cada ação.

Shangai Stock Exchange Index (SSE Composite Index) – China

O Shangai Stock Exchange Index (SSE Composite Index) é um dos principais índices de ações no mercado chinês. Esse índice abrange todas as ações listadas na bolsa de Shangai, o que inclui tanto as ações de classe A quanto as ações de classe B.

Esse índice ganhou maior notoriedade mundial a partir da expansão da economia chinesa. Dessa forma, apesar de ser um índice composto basicamente por ações de companhias chinesas ele ganhou importância internacional. Dado que além de ser um índice representativo da economia chinesa, também impacta as economias que se relacionam comercialmente com a China.

Diferente dos índices das principais bolsas de valores do mundo, o SSE Composite Index não realiza uma distinção entre as ações listadas na bolsa. Dessa forma, qualquer ação listada na bolsa de valores de Shangai compõe esse índice.

Ponderação e cálculo do SSE Composite Index

O cálculo do SSE Composite é feita de uma forma mais simples que em outras bolsas de valores. Basicamente, a fórmula divide o valor total de mercado da bolsa de valores por um valor base. Como o índice é composto por todas as empresas da bolsa, esse cálculo acaba representando de forma mais precisa uma alta ou queda da bolsa de valores chinesa.

Uma das classes de ações listadas nessa bolsa de valores é negociada em dólares. Dessa forma, para realizar o cálculo do índice, o valor em dólar é convertido para renminbi pela cotação média do dia anterior entre as duas moedas.

Nikkei 225 – Bolsa de valores de Tóquio

Nikkei 225 é o principal índice da bolsa de valores de Tóquio no Japão, essa por sua vez é a principal bolsa de valores da Ásia em valor de mercado. O presente índice é composto pelas 225 maiores empresas em valor de mercado da bolsa de valores japonesa. Esse índice é calculado pelo jornal local The Nikkei desde 1950.

Esse índice foi durante décadas o principal índice do mercado asiático e ainda possui uma relevância substancial devido ao tamanho da bolsa de Tóquio. Derivativos relacionados a esse índice são negociados em mercados variados do mundo, inclusive na bolsa mercantil de Chicago nos Estados Unidos.

O índice é composto por ações de empresas locais e é representativo de segmentos variados da economia japonesa, passando por empresas de tecnologia, automobilismo, varejo, entre outras. Assim, como outros índices a composição do Nikkei 225 é revista periodicamente.

Cálculo do Nikkei 225

O cálculo do Nikkei 225 se assemelha ao cálculo do índice Dow Jones, ele é realizado baseado no preço das ações listadas na bolsa de valores japonesa. Apesar das críticas relacionadas a esse tipo de cálculo foi verificado ao longo do histórico do índice que a partir desse cálculo, ele conseguiu ser um índice representativo não apenas da bolsa de Tóquio como da economia japonesa.

Assessoria de Investimentos - Crise 3

Considerações finais sobre índices de bolsas no mundo

Compreender como funcionam e como são compostos os principais índices das bolsas de valores ao redor do mundo contribuem para uma melhor compreensão de como funciona o mercado financeiro global. Dessa forma, alguns pontos devem sempre serem levados em conta quando é dito que determinada bolsa de valores sofreu uma alta ou uma queda.

O primeiro ponto é que o fato de um índice ter uma alta ou uma baixa não significa que todas as ações que compõe esse índice caíram. Há períodos específicos da história, como crises financeiras, pandemias, por exemplo, nos quais a maior parte das ações são afetadas mas mesmo nesses momentos existem exceções.

Contudo, também é sempre importante atentar que algumas ações, em geral as blue chips ou large caps, exercem um peso maior nesses índices. Dessa forma, é incomum que determinado índice sofra uma grande variação sem a influência de ações desse tipo. Essa lógica fica ainda mais latente quando essas companhias são estatais, casos da Petrobras e PetroChina, por exemplo.

Portanto, é importante conhecer bem os principais índices das bolsas de valores, sobretudo para quem realiza investimentos em mercados estrangeiros ou possui ativos que estão expostos a outros mercados. Lembrando também que como Jim Rogers diz, há boas oportunidades de investimentos em todos os mercados, é necessário somente conhece-los bem e não ter preconceitos.

Vinicius Brandao

Por Vinicius Brandao

É economista e autor no blog Caminho para Riqueza.

Comentários