fbpx

Perfil de Investidor: pode fazer você perder ou ganhar dinheiro!

Você acabou de conhecer o mundo dos investimentos, está super empolgado, louco para começar a investir…. nunca ouviu falar de perfil de investidor e de repente começa a escutar:

  • Bitcoin;
  • Ações;
  • Multimercado;
  • COE;
  • CDB;
  • LCI.

… e você vai entender o seu perfil de investidor e o porquê isso é tão importante, fundamental, antes que você comece os seus investimentos.


Se você contrata um encanador para cuidar de seu encanamento, mecânico pra cuidar do seu carro, agende um bate papo com um profissional de investimentos para cuidar dos seus sonhos.

assessoria-de-investimentos-personalizada-gratuita


Meu nome é Daniel Guedine e neste vídeo eu vou falar sobre Perfil de Investidor e o porque isso é tão relevante para você. Imagine que você esteja começando a investir e precisa escolher os melhores ativos para rentabilizar o seu capital.

O melhor ativo financeiro

Acontece que não existe simplesmente, o melhor ativo. Existem diversos ativos e todos eles podem ser interessantes, dependendo do seu perfil de investidor, ou seja, você está disposto a ter muito risco para ter muito retorno?

Ou será que você é super conservador e prefere ir com muito mais calma e com dinheiro rendendo mais suavemente, sem oscilações?

Conhecer o seu perfil de investidor antes de começar a investir é fundamental. Acontece que os bancos não querem te dar essa informação.

Bancos não querem saber do Perfil de investidor

Porque o banco não quer te dar essa informação, pois quanto menos você conhece, melhor para ele. As corretoras se preocupam com isso pois preenchendo aquele formulário, chamado “suitability” ou simplesmente perfil do investidor, ela já consegue te direcionar para os ativos mais recomendados para o seu perfil.

Mas o ideal mesmo é contar com a ajuda de um assessor de investimentos, que vai te fazer perguntas mais objetivas, mais pessoais, e ele vai conseguir te ajudar a definir o seu perfil, se conhecer como investidor.

Veja só, muitas vezes as perguntas colocadas no “suitability” ou perfil do investidor, pode parecer “bestas”, “sem relevância” ou “pouco importa”. Mas veja só, é uma maneira das corretoras, ou até mesmo os bancos, evitar que você aloque todo, ou boa parte do seu capital em algum ativo que não esteja enquadrado para os seus objetivos.

Tipo de risco que você deseja correr

Então, antes de começar a investir você determina qual o tipo de risco você está disposto a correr, qual o prazo que você pretende manter os seus investimentos, quais as classes de ativos você já investiu ou já conhece.

Agora, se você conta com um assessor de investimentos, então confie nele para te ajudar a definir o seu próprio perfil de investidor.

Normalmente a literatura sugere quatro perfis diferentes:

  1. O conservador;
  2. O moderado;
  3. O moderado-agressivo;
  4. Agressivo, também chamado de arrojado.

Isso não é unanimidade, cada corretora ou cada banco, pode utilizar metodologias ou nomenclatura diferentes.

Para cada perfil de investidor existe uma carteira sugerida. O que é uma carteira? A carteira de investimentos nada mais é do que diversos ativos que compõe determinado portifolio adequado a um perfil de investidor.

saiba-como-diversificar-sua-carteira-de-investimentos

Os 3 elementos do Perfil de investidor

Para se determinar o perfil de investidor, o correto é avaliar três elementos:

  1. Capacidade a risco. Que vai depender da sua idade, da sua renda, da sua estabilidade na renda, da sua empregabilidade, se tem dependentes ou não. Resumindo, é o seu contexto de vida, o seu momento atual. Você não determina a sua capacidade a risco, você vive com ela.
  2. Tolerância a risco. Aqui sim, você pode ser conservador, moderado, moderado-agressivo, ou agressivo. Sabendo que, quanto maior o risco, maior o retorno, porém em mais longo prazo.
  3. O seu objetivo. Por exemplo, desejo investir para fazer um “pé de meia” e me aposentar. Estamos falando então de objetivo de muito longo prazo. Ou investir para comprar um apartamento daqui 5 ou 10 anos, que é um objetivo longo mas não tão longo quanto aposentadoria. Ou então, quero investir para pagar um MBA, daqui 2 ou 3 anos, estamos falando de um objetivo de curto prazo.

Carteira de investimentos para cada perfil de investidor

Então, dependendo de sua capacidade a risco, do seu perfil de risco e do seu objetivo, é determinado o seu perfil de investidor. Aí sim, para cada perfil existe uma carteira ou portfolio com ativos mais sugeridos para formar a sua carteira de investimentos.

Falando agora sobre cada perfil de investidor.

Perfil de investidor Conservador

O conservador é aquele que não aceita nenhuma oscilação no seu capital, e normalmente prefere ativos mais líquidos, o que é isso? Nestes ativos você resgata hoje e amanhã ou em uma semana o dinheiro está em sua conta. Ou seja, com prazos de carências mais curtas, que não oscilam em hipótese alguma, baixa volatilidade.

Algumas classes indicadas para este tipo de investidor são:

  • As emissões bancárias, que são CDBs, LCIs e LCAs;
  • Os títulos públicos federais (tesouro direto) principalmente o Tesouro Selic ou LFT e os fundos referenciados DI.

Perfil de investidor Moderado

Já os investidores moderados, eles aceitam um pouco mais de risco, portanto estão buscando mais retorno. Estes investidores costumam conhecer o mercado financeiro um pouco melhor. Costumam ter um pouco mais de experiência, então aceitam ativos com carências mais longas, por exemplo 6 meses, 1 ano, até 2 anos.

Assim, você consegue aumentar o leque de ativos sugeridos, por exemplo:

  • As emissões de crédito privado: CRIs, CRAs e Debentures;
  • Fundos multimercados;
  • Um pouco de ações;
  • Títulos públicos de mais longo prazo, principalmente Tesouro Pré e Tesouro IPCA+.

Perfil de investidor Moderado-Agressivo e Agressivo

E, finalmente os investidores moderado-agressivo e agressivos. A diferença aqui é a exposição em bolsa de valores, também chamada de renda variável.

Enquanto o moderado-agressivo tem de 10 a 30% do seu capital em renda variável, o agressivo chega a alocar até 50% nesta classe de ativo. Em geral são investidores mais experientes, que tem renda maior, e conhecem o mercado financeiro, logo, eles aceitam um risco muito alto para obter retornos expressivos muito mais alto que o moderado e conservador, no longo prazo.


Quer fazer o seu perfil de investidor e montar a sua carteira de investimentos? Clique aqui agora e resolva isso!


São investidores que não vão ficar olhando a carteira a cada 15 dias ou todo mês… Não…

São investidores que tomam decisões pensadas de longo prazo e mantem firme a sua estratégia, mas já conhecem os riscos que estão assumindo, e claro, não precisam de boa parte do capital investido no curto e médio prazo.

Então, as classes de ativos mais sugeridas para esse investidor são:

  • Fundos multimercado de mais alta volatilidade;
  • Bolsa de Valores;
  • COEs;

Reserva de emergência eles alocam em ativos pós-fixados através de emissões bancárias… ou então através de fundos referenciados DI, ou até fundos de renda fixa.

Seu dinheiro de investimento está em Bancos? Na poupança?

E, então, eu quero te lançar um desafio.

Será que o gerente do seu banco, que cuida da sua conta de fato conhece o seu perfil de investidor?

E, principalmente, será que ele sempre te recomendou os ativos adequados para o seu perfil?

Agora que você sabe como os investimentos são direcionados para você, se você ainda não sabe o seu perfil, ou se não tem certeza, deixe aqui o seu comentário que nós iremos te ajudar.

E, lembre-se, o caminho para riqueza é você quem faz.
Até o próximo passo para a prosperidade.

Avatar

Por Daniel Guedine

Daniel Guedine é empreendedor, autor e co-fundador do Caminho para Riqueza, clique para ler mais...

Comentários