fbpx

Como investir em ouro na Bolsa de Valores

Conheça como investir em ouro na Bolsa de Valores – B3. Em geral entendido como hedge (proteção), o investimento em ouro e metal precioso cresceu durante a pandemia do coronavírus.

Grandes investidores como Jim Rogers, Ray Dalio, Michael Burry e Mark Mobius ressaltam a importância do investimento em ouro, geralmente, como proteção. O investidor precisa entender em que momento se encontra para decidir ou não pelo investimento em ouro.

Investimento em ouro

Há quase uma dezenas de formas de se investir em ouro porém vou comentar aqui apenas do investimento em ouro através da Bolsa de Valores. Comumente, a busca pelo investimento em ouro aumenta em momentos de crise econômica, vale lembrar.

Durante a pandemia do coronavírus o ouro e a prata subiram expressivamente. E, investidores como Dalio e Mobius, que possuem ouro e metais preciosos em suas carteiras, ressaltaram a importância do ouro como hedge de investimentos.

Ouro na Bolsa de Valores

Nas bolsas estrangeiras (NY, Londres, Toquio, etc) o contrato de ouro é negociado em relação a onça troy (uma onça troy equivale aproximadamente a 32g).

No Brasil a Bolsa de Valores negocia ouro em reais (R$) por grama (g). E, a cotação do ouro reflete as expectativas do mercado internacional atreladas:

  • ao mercado interno e;
  • a variação do dólar. 

Vantagens de investir em ouro

As vantagens do investimento em ouro, no geral, são:

  • O ouro é aceito como garantia, com pouco grau de deságio, para negociação de outros ativos;
  • O ouro é uma reserva de valor durável;
  • Ouro possui liquidez internacional;
  • O ouro é uma boa alternativa de investimento para épocas de crise financeira.

Comprando ouro na Bolsa

Em suma, na Bolsa de Valores de São Paulo – B3, são oferecidos três contratos diferentes relacionados à operações de ouro. A diferença entre os contratos é basicamente a quantidade de ouro negociada em cada contrato.

Todos contratos de ouro podem ser comprados via home broker, através de seu sticker (código). A negociação é feita igualmente como ocorre com um papel de ação, um FII, um BDR ou uma ETF.

OZ1D – Ouro 250g
Esse contrato é o lote padrão dos contratos de ouro e essa é a única opção na qual o investidor pode optar por levar o ouro para casa.

OZ2D – Ouro 10g
Esse contrato corresponde a uma fração do contrato padrão. Não há a opção de retirar o ouro, nesse caso. Esse contrato possui, portanto, menor liquidez.

OZ3D – Ouro 0,225g
Esse contrato é semelhante ao OZ2D, sendo que a única diferença é o valor fracionado.

Taxas para operações com ouro

É importante ressaltar também, que assim como outras operações financeiras, o investimento em ouro possui despesas financeiras como corretagem e taxa de custódia. Além de incidir imposto de renda em operações superiores a R$ 20 mil.

ETFs de metal precioso

Outra forma de se investir em ouro é através de ETFs de metal precioso. Este tipo de ETF ainda não está disponível no Brasil, mas acreditamos que é uma questão de tempo.

Existem ETFs de ouro e ETFs de prata para se investir, que são ativos financeiros atrelados ao metal precioso em questão.

ETF ebook - caminho para riqueza

Para começar a investir em ouro

Para começar a investir em ouro é preciso ter uma conta em corretora de valores. Em seguida já é possível fazer o investimento em ouro, através do home broker.

Neste caso o investidor pode contar com a ajuda de uma assessor de investimento ou realizar a alocação e compra por conta própria.

Atualizado em 28/08/2020 por Éverton.
Artigo escrito em 31/12/19.

Éverton Gaucho

Por Éverton Gaucho

Escreve sobre investimentos e tecnologia. É autor no site Caminho para Riqueza. Twitter: @EvertonCpR, clique para ler mais...

Comentários