Inegavelmente, o cenário econômico em que se encontra o país influencia bastante o mundo dos investimentos. Com tantas incertezas, é necessária atenção redobrada para investir dinheiro. Preparamos esse artigo especialmente para você, que acompanha a situação do Brasil, sabe que seus investimentos podem te dar um ótimo retorno com segurança, mas não tem certeza de como diversificar sua carteira. Abordaremos então valiosas dicas que devem ser seguidas para investir um milhão de reais.


Precisa investir melhor o seu dinheiro? Obtenha uma orientação gratuita e de qualidade com um profissional de investimentos.


Sendo assim, elencamos a seguir oito informações relevantes para você investir o seu dinheiro, focando em opções de renda fixa e variável. Quer saber mais acerca do tema? Confira!

Conheça oito sugestões para investir um milhão de reais

Apresentamos agora os investimentos mais interessantes para você realizar. Destacamos, em primeiro lugar, aqueles em renda fixa:

  • Tesouro Direto,
  • Certificado de Depósito Bancário,
  • Fundo de renda fixa e,
  • Letras de Crédito Imobiliário.

Como opções de renda variável, elencamos: ações, derivativos, câmbio e fundo de ações. Estas alternativas são as mais lucrativas e seguras do mercado. Vamos, então, a elas.

1. Tesouro Direto

Tesouro Direto é a plataforma do Tesouro Nacional, onde os investidores podem negociar os títulos públicos que o governo federal utiliza para financiar seus compromissos e investimentos em infraestrutura, dando um retorno de renda fixa ao investidor. Esta classe de ativos é muito popular entres os investidores.

Isso porque oferece uma grande segurança em relação a outros investimentos. Afinal, o titular é o próprio Governo Federal (risco soberano do país), que, por se beneficiar deste financiamento para executar suas obras, não tem interesse em ver sua credibilidade com os credores ir por água abaixo.

2. Certificado de Depósito Bancário

Conhecido também pela sigla que compõe suas iniciais, o CDB figura como boa opção de investimento em renda fixa. Na prática, trata-se de um empréstimo feito ao banco, que usa o valor depositado para realizar outros investimentos e empréstimos, dando ao credor uma porcentagem de rendimento.

É um investimento com alto grau de segurança, pois está protegido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) em até R$ 250 mil por banco emissor, limitado a R$ 1 milhão por CPF.

3. Fundos de investimento em renda fixa

Este tipo de investimento funciona basicamente da seguinte forma: você aplica o dinheiro para determinado grupo investi-lo por você. Isso faz com que seu envolvimento direto com análise de sobe e desce do mercado diminua, apenas recebendo a porcentagem de lucro ao final de cada mês.

A responsabilidade de analisar o investimento é do fundo, que, por fazer esse trabalho, cobra taxas de administração.

Este investimento é bastante recomendado, visto que é gerido por um grupo de profissionais altamente capacitados, que costumam entregar resultados de rendimento bastante satisfatórios. O maior desafio é a escolha correta de um bom fundo de investimento, que corresponda ao seu objetivo e perfil de investidor.

Guia para escolher o melhor fundo de investimento e construir riqueza

4. Letras de Crédito Imobiliário

São títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras. Têm como objetivo financiar obras e empreendimentos imobiliários. O prazo de vencimento e os rendimentos são decididos no momento da compra.

Assim como o investimento em CDB, tem um alto nível de segurança, porque os investimentos são protegidos pelo FGC.

5. Ações na Bolsa de Valores

Ações na Bolsa de Valores nada mais são do que títulos da empresa. Quando uma corporação almeja se capitalizar, dispõe no mercado de ações alguns títulos da sua companhia.

Ao adquirir este título, o investidor, na prática, está comprando parte da empresa, podendo segurá-las até o momento em que as ações tenham subido de preço consideravelmente.

6. Derivativos

Derivativos são aplicações financeiras que estão atreladas a outros valores, como o do Dólar no mercado de câmbio.

Há três opções mais conhecidas entre o universo de derivativos:

  • mercado a termo,
  • futuro e,
  • de opções.

Estas alterativas devem ser analisadas de maneira mais aprofundada, sendo indicada a consultoria com um profissional.

7. Câmbio

Um dos investimentos em renda variável é a compra e venda de moedas, como Dólar e o Euro.

Para entrar neste mercado é necessário bastante foco, dedicação e atenção constante a fatores geopolíticos que envolvem os países emissores da moeda. O investimento se baseia na compra e venda destes ativos.

8. Fundo de Ações

O Fundo de Ações funciona basicamente como um fundo de investimento de renda fixa — só que de rendimento variável.

Em vez de você mesmo ir atrás das ações, repassa seu dinheiro a um fundo especializado, que investe nas melhores opções do mercado, devolvendo para o investidor uma porcentagem do rendimento, variável de acordo com cada contrato.

Saiba a importância de diversificar a carteira e adaptar os investimentos ao seu perfil

Há vários perfis de investidor e você deve identificar o seu para começar a criar uma carteira de investimento eficaz.

Estes perfis podem ser:

  • conservadores,
  • moderados,
  • balanceados,
  • sofisticados,
  • arrojados e,
  • agressivos.

Carteira de investimentos

Após identificar o seu, segue-se algumas dicas para a criação da sua carteira de investimento.

Posteriormente, é necessário definir objetivos para o investimento. Isso porque estas metas servem para guiá-lo, dando um norte a todo o processo. Planeje tudo a curto, médio e longo prazo.

Após esta etapa, você deve montar a sua estratégia, que precisa atender tanto ao seu perfil de investidor quanto aos objetivos. Vale, sempre, levar em consideração alguns fatores como risco, rentabilidade, liquidez e emergência.

Diversificação de investimentos

Por fim, é importante que você diversifique os investimentos da carteira. Isso ajuda a aumentar a resiliência e a segurança das operações.

Imagine a seguinte situação: você, num lapso de imprudência, decide aplicar todo o dinheiro em uma única empresa na Bolsa de Valores. Alguns meses depois, a dita corporação quebra e suas ações derretem. Você terá perdido boa parte do que investiu por puro descuido.

Por isso a importância de diversificar a carteira, tanto em investimentos da mesma natureza, como no exemplo citado das ações, quantos nos tipos de negócios existentes, como a renda fixa e variável.

Guia de Planejamento Financeiro Pessoal e investimentos

Veja as razões pelas quais optar pela consultoria especializada

Conforme vimos anteriormente, qualquer investimento requer um alto grau de educação financeira, principalmente para valores altos, no caso investir um milhão de reais.

Quando o valor investido é alto, torna-se necessário redobrar a atenção. Uma das maneiras de ser mais cauteloso ao investir é contando com assessoria para seus investimentos. Afinal, você não quer ver seu dinheiro rendendo quase nada, certo?

Sendo assim, além de muito foco, dedicação e conhecimento de causa, a contratação de uma assessoria de investimentos figura como elemento fundamental para investir um valor perto da casa do milhão.

Com o auxílio das dicas e da consultoria com profissionais, seu investimento tem tudo para levá-lo a uma maior prosperidade financeira.

Seja informado a cada novo post!

Assine e receba novos posts diretamente em seu email

Sobre o autor

Danilo Guedine

Danilo Guedine

Educador financeiro e co-fundador do Caminho para Riqueza. Possui mestrado em Finanças e grava vídeos semanalmente para o canal Caminho para Riqueza, no Youtube.