fbpx

Como investir em metais preciosos?

O investidor precisa conhecer os meios de se investir em metais preciosos, com objetivo de proteção e também diversificação.

O investimento em metais preciosos é pouco difundido no Brasil. Talvez pela falta de conhecimento ou tradição cultural. O olhar que desejo trazer aqui é o do investimento em metais preciosos como uma maneira de se proteger da desvalorização da moeda e também para servir como diversificação de investimentos.

Ativos financeiros: ouro e talvez prata

No Brasil, no mercado financeiro, somente o ouro é considerado um ativo financeiro, a prata e outros metais não, até o momento (ago. 2020). Em outros países diversos metais preciosos são negociados como ativos financeiros

Metais preciosos negociados em Bolsas pelo mundo:

  • Ouro;
  • Prata;
  • Paládio;
  • Platina;
  • Diamante.

Nas Bolsas americanas é possível investir em diversas ETFs de Ouro e ETFs de prata, além de ETFs de outros metais preciosos.

Como você pode investir?

Como estamos no mercado brasileiro e a intenção é dispor de várias formas de como se investir em metais preciosos, vou tratar somente do ouro, por enquanto. Sendo assim, as formas de se investir em ouro, até o momento são:

  • ETFs;
  • Fundos de investimento;
  • Ouro commoditie;
  • Ouro físico
  • Moedas (numismática);
  • Jóias.

Prata como investimento

A prata não está disponível como ativo financeiro porém é um investimento, onde pode-se acompanhar a cotação internacional pela Bolsa de Londres. Há vários apps e sites onde é possível acompanhar a prata, a platina e o paládio.

No Brasil é possível comprar a prata em barra ou moedas de prata. É um tipo de investimento que muitos investidores escolhem, porém a liquidez é baixa. Com o objetivo de proteção, a liquidez não se torna um problema tão grande.

Numismática

Alguns sites no Brasil vendem moedas (numismática), tanto de ouro, quanto prata, porém o preço geralmente é multiplicado por 3x em relação a cotação internacional por grama.

Outros metais

Embora o ouro seja o metal precioso mais bem conhecido, há alguns outros frequentemente usados como investimento: Platina, Paládio e até mesmo Cobre.

Ouro commoditie, vale a pena investir?

Para o investidor que já opera no Home Broker é possível comprar ouro commoditie. São oferecidos três contratos diferentes relacionados ao ouro e a diferença entre os contratos é basicamente a quantidade de ouro negociada em cada um.

  • OZ1D – Lote-padrão de ouro fino (250g)

Esse contrato é o lote padrão dos contratos de ouro e essa é a única opção , dentre as três (OZ1D, OZ2D e OZ3D) na qual o investidor pode optar por levar o ouro para casa.

  • OZ2D – Lote fracionário (10g)

Esse contrato corresponde a uma fração do contrato padrão. Além de não haver a opção de retirar o ouro nesse caso, esse contrato possui pouca liquidez.

  • OZ3D – Lote fracionário (0,225g)

Esse contrato é bastante semelhante ao anterior, sendo que a única diferença é o valor fracionado. Igual ao OZ2D, esse contrato possui liquidez ainda mais baixa.

Uma vez entendido isto você pode começar a investir por conta própria ou contar com a ajuda de uma assessoria de investimentos.

assessoria-de-investimentos-personalizada-gratuita

Ray Dalio

O investidor Ray Dalio, famoso por gerenciar bilhões de dólares em ativos através de sua gestora de hedge, a Bridgewater, costuma estruturar sua carteira base com 7,5% a 10% em ouro. Dalio entende que o ouro funciona como um lastro de valor quando a moeda (fiat money) se torna desvalorizada.

Para o investidor pessoa física ele sugere que sempre se tenha uma pequena porcentagem do capital em ouro, que pode ser feito através de ouro físico, ouro commoditie, ETF de ouro, fundo de investimento que investe em ativos de ouro, e até mesmo ações de mineradoras de ouro ou prata.

Atualizado em 28/07/2020 por Éverton.
Escrito em 14/11/2019.

Éverton Gaucho

Por Éverton Gaucho

Escreve sobre investimentos e tecnologia. É autor no site Caminho para Riqueza. Twitter: @EvertonCpR, clique para ler mais...

Comentários