fbpx

Henrique Bredda e a importância do perfil de investimento dos gestores

Henrique Bredda é um dos gestores e investidores mais famosos no mercado financeiro do Brasil nos dias atuais. A fama de Bredda, sem dúvidas, é derivada dos altos rendimentos auferidos nos últimos anos pelo fundo Alaska, no qual ele é um dos gestores.

Todavia, um ponto importante que deve ser sempre abordado é a filosofia de investimentos de Henrique Bredda e dos gestores de fundos de investimentos, de forma geral. Para além da rentabilidade auferida em determinado período, Bredda concede atenção aos critérios que levaram a esses resultados e qual sua visão em relação a investimentos em ações.

Henrique Bredda e o conceito de investimentos

Henrique Bredda é um investidor e gestor de fundos que não hesita em apresentar sua lógica de investimentos e seus pensamentos acerca do mercado financeiro. É possível se deparar com a visão dele tanto em posts no Twitter, quanto nas cartas aos cotistas do Fundo Alaska, bem como em eventos no qual ele expõe suas ideias.

Em evento para investidores no começo de 2020 mais uma vez defendeu o seu conceito de investimento em valor (value investing) e sua visão de longo prazo. Essa ideia, por sua vez, também reforça a visão de repulsa à especulação, movimento que não é incomum dentro do mercado financeiro, sobretudo no Brasil.

Não é difícil encontrar falas e posts de Henrique Bredda reforçando essa ideia. Para isso, ele separa a ideia de simples aplicação e investimento. Para ele, um investimento em ações torna o investidor sócio de uma companhia, tal qual, um investimento em capital fechado, como um restaurante ou uma padaria. E essa ideia é reforçada nas cartas periódicas aos cotistas do Fundo Alaska.

Dessa forma, como em um investimento em capital fechado, é necessário confiar no sucesso e na prosperidade daquele negócio e esperar os frutos desse investimento. Ou seja, para comprar ações de determinada empresa é necessário conhecer bem a mesma e confiar que aquela empresa obterá um resultado positivo no futuro.

alaska-asset-henrique-bredda-gestor

Sucesso do fundo Alaska

O sucesso do Fundo Alaska em geral pode ser explicado pela filosofia de investimentos de Bredda e corroborada pela equipe de sócios e gestores do fundo. A noção de investimento baseado no valor real das empresas a serem adquiridas e consequentemente analisando se o preço da ação está justo ou não com relação ao valor da empresa é o ponto central desse sucesso.

Essa análise possibilitou com que Bredda e Alaska adquirissem ações de empresas que estavam cotadas abaixo do valor que elas poderiam alcançar. O maior exemplo do sucesso dessa lógica de investimento foi o investimento em ações da Magazine Luiza antes da alta que a empresa obteve nos últimos anos.

Um ponto a ser ressaltado é que dada a lógica de investimento no longo prazo, é normal ao seguir essa estratégia, a possibilidade de perdas em alguns períodos. Todavia, como há confiança nos conceitos, o investimento será mantido apesar da situação de momento do mercado.

O conceito inclusive é o fator que uniu os sócios desse fundo, que foi idealizado apenas para aglutinar o capital dos sócios e pessoas próximas e apenas após um período foi aberto ao público em geral.

Bredda inclusive sempre afirma que o capital dele na pessoa física e de boa parte da família está alocado no Alaska. Pois ele confia que a melhor forma de investir o seu dinheiro é seguindo os critérios que o fundo aplica no capital sob gestão.

assessoria-de-investimentos-private-personalizada

Há relação direta entre o PIB e a bolsa de valores?

É comum ouvir de analistas econômicos, financeiro e até mesmo de investimentos relacionando uma perspectiva de melhora na economia com uma alta das ações listadas na bolsa de valores. Bredda nesse mesmo evento tratou de desmistificar esse conceito errôneo que muitas vezes é difundido por profissionais do mercado.

Ibovespa

Ele apresentou gráficos de evolução do PIB brasileiro e do Índice Bovespa e não é possível traçar qualquer relação entre os dois indicadores. Ou seja, não há relação direta nem positiva e nem negativa. No decorrer dos anos é possível enxergar o índice da bolsa subindo em momento de queda e de ascensão do PIB e quedas do Ibovespa em situações similares.

Dessa forma, o crescimento ou queda da economia pode ser usado como um instrumento de análise de mercado e de conjuntura para determinadas empresas, mas não de forma direta e nem para o mercado de ações como um todo. A análise de um ativo é bem mais profunda que os impactos da variação do PIB.

Há um nível ótimo de PIB para a bolsa de valores?

O mais lógico seria pensar que quanto maior o PIB melhor será para as empresas brasileira e consequentemente maiores serão o valor das suas ações. Contudo, Bredda discorda dessa visão e explicou os motivos.

Segundo ele, quando uma economia passa a ter taxas altas de crescimento do PIB de forma recorrente, passa a chamar muita atenção do mercado externo. Ou seja, empresas estrangeiras que não atuam no mercado nacional passam a ver a demanda da população brasileira como um mercado em potencial para expandir suas vendas.

Vestuário

Um exemplo pode ser o setor de vestuário, com o crescimento constante da economia brasileira, algumas lojas estrangeiras que não atuam no Brasil podem entrar no mercado interno e dessa forma diminuir as vendas das empresas brasileiras desse setor mesmo com a economia em expansão.

Para ele, o crescimento do PIB que seria algo parecido com um nível ótimo de crescimento seria na casa dos 2%. Pois nesse patamar, haveria melhora na conjuntura para as empresas locais mas não em níveis tão elevados a ponto de atrair competidores internacionais.

Há relação entre o preço das ações e a ideologia dos governos?

Henrique Bredda costuma reafirmar sempre seu posicionamento à direita no espectro político, em especial em iterações nas redes sociais. Todavia, outro ponto que ele tratou de desmistificar é a relação direta entre a ascensão de um governante de determinada matriz ideológica e a variação positiva ou negativa do preço das ações.

Ele apresenta em dados que há momentos de alta dos preços da ações tanto em governos conhecidamente de direita, como no período militar, bem como durante os governos do PT, no qual eram considerados governos à esquerda. Além disso, é possível ver momentos de queda da bolsa de valores em ambos períodos históricos.

Caráter especulativo

Essa informação é importante inclusive para evitar pânico em anos eleitorais. A bolsa de valores em anos eleitorais, costuma ter variações mais bruscas em relação à perspectiva de quem irá ganhar as eleições. Todavia, esses movimentos não são consistentes com os indicadores das empresas. Dessa forma, os movimentos desses períodos tendem a ter um caráter especulativo.

Afinal, para Henrique Bredda o que se relaciona com o preço de uma ação?

Para Bredda, se for resumir um indicador que é possível olhar para o histórico de uma ação e ver uma relação positiva é justamente a capacidade de geração de caixa dessa empresa. Ele apresentou gráfico da variação do preço das ações das principais empresas listadas na bolsa brasileira e do lucro líquido de cada uma delas e ao longo do tempo a variação de ambos tinham a mesma trajetória.

Nesse sentido, ele apresenta que em geral o mercado financeiro de forma geral não prevê resultados. Essa tendência mostra que quando uma empresa tem um aumento do seu lucro líquido, a demanda pelas suas ações aumenta e consequentemente o preço também. E caso ocorra uma redução desse índice haverá o movimento inverso.

Análise fundamentalista e simplicidade

A análise fundamentalista, um dos principais conceitos do value investing, faz parte do escopo do perfil de investimento de Bredda e da Alaska. Em carta aos cotistas do fundo Alaska, é apresentado que para analisar uma ação é importante ter critérios bem definidos e de forma simples para facilitar a análise dos investimentos.

Dentre os principais pontos listado para análise estão:

  • Saber qual o perfil de quem está por trás da empresa a ser adquirida;
  • Rentabilidade esperada;
  • Analisar qual a solidez do mercado que a empresa atua;
  • Barreiras a entrada de concorrentes;
  • Acompanhamento da Taxa Interna de Retorno (TIR)

Por que é importante confiar no responsável pela empresa?

Na compreensão de Henrique Bredda, quando você compra uma ação, você está se tornando sócio dessa empresa. Dessa forma, é importante saber como a pessoa que executa as atividades da empresa atua no mercado.

Esse ponto é importante, porque parte crucial do sucesso de uma empresa é relacionada à capacidade do gestor da mesma de executar uma boa performance. Nesse sentido, é possível bons gestores fazerem grandes negócios em situações desfavoráveis e maus gestores derrubarem uma empresa com ótimas perspectivas.

Rentabilidade esperada e Taxa Interna de Retorno (TIR)

A rentabilidade esperada está relacionada também com a análise da taxa interna de retorno. Dessa forma, de forma simplificada, os fatores da empresa que elevam a taxa interna de retorno são:

  • Menos custos;
  • Maiores receitas;
  • Recebimento de receitas em prazos menores.

De forma conceitual, esses indicadores formam basicamente o fluxo de caixa da empresa. Apesar de serem números simples e que para realizar o cálculo da TIR é necessário apenas inserir os dados em uma planilha de Excel, esse cálculo é essencial para a análise mais detalhada sobre o preço da ação, além do acompanhamento após a compra da mesma.

Nesse sentido, com relação ao perfil de investimento da Alaska, a variação da TIR é importante inclusive para a decisão de manutenção ou não da ação no portfólio. Portanto, quanto maior a TIR maior tende a ser o retorno da carteira.

Todavia, é importante não superestimar uma TIR. Ou seja, caso a TIR calculada se apresente muito diferente da rentabilidade auferida é necessário reavaliar os cálculos. Pois, para ter uma previsibilidade melhor, é importante que a projeção se aproxime cada vez da realidade dos resultados.

Dessa forma, no entendimento dele uma carteira de investimentos diversificada e com cada vez mais precisão no cálculo do TIR das empresas é uma chave importante para o sucesso de longo prazo.

Solidez do mercado de atuação da empresa

Quanto mais sólido o mercado de determinada empresa, mais fácil é prever a demanda por aquele tipo de produto. Dessa forma, mercados como de alimentação e vestuário possuem demanda constante. Fatores como esse são importantes na análise da compra da ação de determinada companhia.

Barreira a entrada de novas empresas

A análise da solidez do mercado não pode ser feita de forma isolada. Outro fator importante para compor a análise são as barreiras à entrada de novas empresas nesse setor. Por exemplo, restaurantes fazem parte do mercado de alimentação, o qual é um mercado sólido. Todavia, a entrada de novos concorrentes é fácil, portanto, há sempre a possibilidade de perder os clientes para o restaurante ao lado.

Portanto, mercados nos quais a barreira à entrada são maiores tendem a favorecer as empresas já instaladas nesse mercado. Dado que setores com essas características tendem a possuir menor concorrência.

Momentos de pânico no mercado

Uma análise criteriosa de uma ação antes de investir na mesma colabora inclusive para não se preocupar nos momentos de pânico na bolsa de valores. Períodos como greve dos caminhoneiros, eleições presidenciais ou surtos de alguma doença, como o coronavírus tende a gerar um stress no mercado e assustar muitos que possuem aplicações na bolsa de valores.

Barsi e Buffett

Em uma palestra, sobre a questão do coronavírus, Bredda fez um apontamento perguntando se a plateia achava que Luiz Barsi ou Warren Buffett estavam preocupados se o surto de coronavírus iria prejudicar seus investimentos. A resposta é curta e simples: “Não estão preocupados”.

Isso ocorre porque tanto Bredda quanto esses investidores investem em valor, eles não compram ações de empresas pensando no curto prazo, ou seja, eles não estão especulando sobre esses ativos.

Portanto, surtos ou eventos que geram esse tipo de pânico tendem a ser passageiros, o valor de longo prazo da empresa irá seguir sua trajetória natural e acompanhar o resultado das operações da empresa.

Aplicações atreladas ao CDI são investimentos?

Um ponto levantado sempre por Bredda e no comunicados da Alaska é que aplicações atreladas ao CDI não são investimentos. É ressaltado por eles inclusive que os tempos da economia brasileira, nos quais aplicações em renda fixa eram uma forma de obter ganhos reais consistentes acabou.

Nesse sentido, eles enxergam que a queda na taxa básica de juros é um fator totalmente positivo, pois favorece com que mais pessoas realizem investimentos em empresas, o que tende a ter impacto na economia real. Além de também possibilitar financiamentos mais baratos para que as empresas possam investir.

O que Henrique Bredda pensa sobre bitcoins?

Para Bredda o bitcoin não possui valor e não possui capacidade de gerar valor, assim como qualquer ativo do mercado de criptomoeda. O bitcoin para ele, é basicamente um forma de especulação, não é possível auferir qual o valor justo para a compra de um bitcoin, por exemplo.

Em uma mensagem ele inclusive simplifica o argumento contra o bitcoin e a favor de ativos reais com capacidade de geração de caixa:

Se eu comprar ativos geradores de caixa, eles me geram recursos para comprar mais ativos geradores de caixa. Isso me gera mais dividendos, e dividendos sobre dividendos, para comprar ainda mais ativos. Esse acúmulo provoca milagres com o tempo. 1 bitcoin gera mais 1 bitcoin? Não.
(Henrique Bredda)

O mesmo pensamento de Bredda sobre bitcoins é compartilhado por grandes investidores internacionais, como Jim Rogers. Ele também compreende que o bitcoin é um ativo sem valor e, portanto, nunca o adicionaria no seu portfólio.

Investimento em ouro é uma boa alternativa?

Para Bredda, o investimento em ouro não é uma boa alternativa para investimento. O argumento dele é que o ouro é um ativo para manutenção do valor que o investidor possui e não para geração de riqueza. Em suma, o ouro adquirido não é capaz de gerar fluxo de caixa e, portanto, não irá gerar rendimentos.

Em suma, ele afirma que em caso de investimento na ação de empresa, ela pode gerar lucros, distribuir dividendos que o investidor pode inclusive reinvestir e o valor investido, portanto, pode aumentar ao longo do tempo. No caso do investimento em ouro, em caso de investimento em 100g de ouro após 10 anos ou após qualquer período, o investidor continuará com 100g de ouro.

Por que é importante conhecer a filosofia do gestor de um fundo?

Investir em ações é um movimento que está se tornando cada vez mais comum no Brasil. Do ponto de vista da eficiência, o ideal seria que cada investidor analisasse as empresas e o ativo que deseja investir e fizessem o investimento. Isso diminuiria taxas e afetaria menos a rentabilidade da carteira de investimentos.

Todavia, há quem não possua confiança em fazer isso e nem tempo hábil e prefira investir em fundos de investimentos. Nesse caso, o ideal é conhecer a filosofia do gestor do fundo de investimento.

Essa análise antes de adquirir cotas de um fundo de investimento é imprescindível, dado que o mais adequado é adquirir cotas de um fundo no qual o gestor represente a mesma lógica que a sua enquanto investidor.

Dessa forma, não importa a rentabilidade passada de um fundo, até porque é necessário lembrar que

Ganhos passados não garantem ganhos futuros.
(Sabedoria popular)

O essencial é confiar no perfil que será adotado no momento de investir o capital absorvido pelo fundo.

Considerações finais

O sucesso atual de Henrique Bredda como investidor e como gestor do fundo Alaska não foi uma simples tacada de sorte. A adoção e boa execução dos conceitos de value investing se apresentam como uma das formas mais consistentes, seguras e rentáveis de investir em ações ao longo do tempo.

Tal conceito foi difundido no mercado financeiro por Benjamim Graham na primeira metade do século XX e a realidade mostrou ao longo do tempo que a maior parte dos grandes investidores adotam essa filosofia de investimento para sua carteira.

A filosofia adotada por Henrique Bredda e os conceitos que ele utiliza para analisar os ativos no qual investe, são conhecimentos que merecem atenção e podem ajudar todos investidores que já investem ou que pretendem investir em ações.

Vinicius Brandao

Por Vinicius Brandao

É economista e autor no blog Caminho para Riqueza.

Comentários