fbpx

Guilherme Benchimol da XP manda recado em pleno caos do coronavírus e circuit breaker da Bolsa

Março de 2020, só se fala em coronavírus e circuit breaker da bolsa. Muitos investidores estão sem saber se vale a pena vender ou comprar mais ativos. Neste momento de dúvidas é muito importante manter a calma e refletir objetivamente sobre o que realmente está se passando.

Eu já passei pela crise do México, da Ásia, da bolha da Nasdaq, do sub prime, Impeachment no Brasil e agora Covid-19.

Sabem qual a semelhança entre todas elas? Todas passaram!

Seguimos firmes, focados e ainda mais obstinados nos nossos objetivos de longo prazo. Recomendo que todos sigam na mesma direção.

“Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa quanto você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando e indo em frente.”

(Guilherme Benchimol)

Benchimol não é de falar muito, e dessa vez falou bem.

caminho para riqueza no telegram

Lynch, Dalio e Barsi

Diversos investidores já tiveram a oportunidade de relatar em livros, entrevistas ou mesmo aulas, sobre situações difíceis que viveram como investidores. Peter Lynch cruzou a crise de 88 na Bolsa americana gerenciando um fundo de bilhões. Não foi fácil manter o controle emocional, ali estava o dinheiro de milhares de pessoas, muitas vezes o patrimônio de uma vida toda.

Ray Dalio, gerenciando o seu fundo de hedge passou pela crise de 2008 perdendo apenas 4%. Dalio possui uma estratégia de investimento chamada quatro estações onde se protege dos quatro possíveis cenários macro que podem atingir uma Bolsa de Valores.

Luiz Barsi a poucos dias apareceu em um vídeo no twitter falando sobre a crise que o coronavírus vem causando a Bolsa de Valores. Resumidamente ele disse o que o Benchimol colocou.

As empresas vão continuar produzindo, elas não vão parar. Eu estou comprando mais…
(Luiz Barsi)

Como se preparar para momentos difíceis

Uma boa analogia, que no caso, o Benchimol trouxe com suas palavras, é entender que momentos como este agora são ondas. Uma onda, sem dúvida, pode ser pequena ou até mesmo grande, será preciso mergulhar para superá-la. Porém, todas elas vão “quebrar”. Estamos neste momento com a onda em seu maior pico. Então é respirar conscientemente e manter a calma, passar pela onda e em seguida acompanhar o próximo momento de calmaria, aguardando a onda seguinte.

Éverton Gaucho

Por Éverton Gaucho

Escreve sobre investimentos e tecnologia. É autor no site Caminho para Riqueza. Twitter: @EvertonCpR

Comentários