fbpx

Como ganhar dinheiro com imóvel na planta: conheça os CRIs

Com a Selic em baixa muitos investidores tem procurado outras alternativas de diversificação de investimentos em renda fixa. Então, eu te pergunto: é possível ganhar dinheiro com imóvel na planta?

Entre as opções que mais tem chamado a atenção do investidor está o CRI, que é o Certificado de Recebíveis Imobiliários. Neste artigo você vai conhecer mais sobre o CRI, o certificado de recebíveis imobiliários:

  • Suas particularidades;
  • Como investir?
  • O que é o CRI?

Antecipação dos Recebíveis (dinheiro a receber)

Para te explicar o que é o CRI, eu quero facilitar usando um exemplo. Imagine só uma construtora em fase de entrega de um empreendimento. Provavelmente ela vai continuar recebendo pelos financiamentos nos próximos 10 anos.

Porem, ela quer antecipar esses recebíveis para colocar o dinheiro no bolso agora. Seja para finalizar o empreendimento, fazer outros projetos, podem ser vários os motivos para se antecipar os recebíveis.

Emitindo um título de renda fixa para antecipar os recebíveis

Um forma de antecipar estes recebimentos sem ter que recorrer ao empréstimo bancário tradicional é emitindo um título de renda fixa no mercado financeiro chamado de CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliários – lastreado àquele imóvel construído.

Logo, esse papéis são lastreados em direitos creditórios do valor que essa construtora tem a receber.

O CRI é um investimento em renda fixa lastreado por operações do setor imobiliário. Normalmente são aplicações de médio e longo prazo e que oferecem uma remuneração que pode ser:

    • pós-fixada,
    • prefixada ou;
    • mista, ou seja, ligada a inflação mais uma taxa prefixada, conhecida também como IPCA+ Pré.

 


Se você contrata um encanador para cuidar de seu encanamento, mecânico pra cuidar do seu carro, agende um bate papo com um profissional de investimentos para cuidar dos seus sonhos.


 

E, normalmente a rentabilidade do CRI está atrelada ao CDI ou ao IPCA, que é o índice oficial que mede a inflação do país.

CRI e a Isenção de imposto de renda

Uma das vantagens do CRI é a isenção de IR para pessoa física. Além desta vantagem a rentabilidade do CRI costuma ser maior do que outros títulos de renda fixa, como a:

Já que, além da isenção fiscal, as empresas emissoras do CRI podem oferecer taxas mais atrativas para chamar a atenção do investidor, você!

A Importância da saúde financeira da empresa emissora do CRI

Mas, nem tudo são flores. Na hora de escolher um CRI para você investir é preciso conhecer a saúde financeira da empresa emissora. E, também, a qualidade de crédito no mercado financeiro, também conhecido como “rating”, que são avaliados pelas agências de rating.

Então, existem as agências que qualificam a qualidade de crédito das empresas. Mas, porque eu preciso fazer isso? Porque o CRI é um investimento em renda fixa que não conta com a garantia do FGC, o Fundo Garantidor de Crédito, ou seja, você investidor assume o risco da empresa emissora.

Dica para pesquisar a saúde financeira

Uma dica muito simples é você acessar o “rating” da companhia facilmente disponível no site da empresa, na página de relação com os investidores.

Você e o investimento em CRI

Agora, eu quero ouvir de você, o que você achou do CRI?

É um bom investimento para diversificar a sua carteira?

Quais os seus objetivos que se adequariam a um CRI?

Vamos conversar e descobrir?

Danilo Guedine

Por Danilo Guedine

Educador financeiro, possui mestrado em finanças e é co-fundador do Caminho para Riqueza.

Comentários