Você não precisa comprar um imóvel para ganhar dinheiro com ele, pois é possível ganhar dinheiro com imóveis sem comprar um imóvel, e eu vou te explicar como.

Não é piada, inclusive você pode ganhar muito mais. Fique comigo até o final deste artigo porque isso pode mudar a sua visão para sempre com relação a ter um imóvel. E, se você já vive de aluguel com imóveis, é bem possível que você queira se desfazer de um deles para investir neste tipo de investimento que eu vou falar agora.

Olá, eu sou o Danilo Guedine, e hoje eu vou trazer um pouco mais sobre os fundos imobiliário: FIIs.

E, como você pode ganhar dinheiro através deles. Porém, antes, deixe o seu like, pois este conteúdo é de extrema importância para você que investe em imóveis. E, não se esqueça, inscreva-se em nosso canal no Youtube e acione o sininho de notificações para ser notificado sempre que subirmos um novo conteúdo.

Como funcionam os FIIs

Os fundos imobiliários, FIIs, funcionam da mesma forma que outros fundos de investimentos, que captam recursos para locar em outros ativos. A grande diferença é que neste modelo esses recursos necessariamente são alocados no setor imobiliário.

Para facilitar o seu entendimento o FII funciona como se fosse um condomínio fechado de investidores, que é administrado por uma instituição financeira, conhecida como gestora.

O que significa isso? É como se você estivesse num condomínio, apartamento, onde todos pagam uma contribuição mensal, e o síndico por sua vez vai alocar aqueles recursos da melhor maneira:

  • pagando a segurança;
  • pagando a água;
  • entre outras necessidades do condomínio.

Venda de cotas do FII

No fundo imobiliário, o gestor do fundo vai alocar o seu recurso e de diversos outros investidores nas melhores modalidades de imóvel que ele entenda. Seguindo, obviamente, o estatuto e as características do fundo em questão. A gestora, por sua vez, é também responsável por captar os recursos junto aos investidores através da venda de cotas.

Essas cotas são pedaços de imóveis que estão comprados pelo fundo. Ou seja, a sua cota pode ser o tijolo de um imóvel ou de um conjunto de shopping center. E, toda receita gerada por este conjunto de imóveis são distribuídas entre todos os cotistas deste fundo.

Com isso, você recebe um percentual que é proporcional ao valor da sua cota com relação ao valor total do fundo em questão. O fundo imobiliário não necessariamente precisa investir em imóveis físicos. Ele pode investir em alugueis ou também em dívidas, lastreada em imóveis, entre outros modelos. Por exemplo, alguns FIIs investem em cotas de títulos de renda fixa chamados de CRI.


 

Se você contrata um encanador para cuidar de seu encanamento, mecânico pra cuidar do seu carro, 

agende um bate papo com um profissional de investimentos para cuidar dos seus sonhos.

sonhos-objetivos-amor-paz-prazer-sucesso-sonho

 


Inclusive, eu vou deixar aqui um card sobre o nosso vídeo de CRI, o certificado de recebíveis imobiliários. E vou deixar também aqui na descrição deste vídeo caso você queira clicar e assistir por lá.

Tipos de fundos imobiliários

Confira agora as características dos 4 principais tipo de FIIs.

  • 1) O fundo chamado “tijolo”: são os fundos imobiliários que investem em imóveis físicos.
  • 2) Fundos de desenvolvimento, o que são eles? São fundos que possuem os imóveis ou terrenos e captam mais recursos para investir construindo o imóvel ou expandindo aqueles imóveis que ele já possui.
  • 3) Fundos de dívidas, são fundos atrelados a produtos de renda fixa, como a LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e o CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários), que você recebe os juros sobre estes títulos de renda fixa. Por fim o quarto tipo…
  • 4) São os chamados fundo de papéis, que nada mais são que fundos imobiliários que investem em cotas de outros fundos.

Agora preste atenção, pois eu vou falar sobre as vantagens dos fundos imobiliários.

fundos imobiliarios

As vantagens dos fundos imobiliários

A primeira delas …

A facilidade na análise pois você não precisa ficar analisando no detalhe, localização dos imóveis, o valor dos aluguéis… Caso seja fundo de dívida, qual o percentual de juros recebidos? entre outras características inerentes ao mercado imobiliário.

Na prática, a avaliação de um fundo imobiliário segue basicamente três regras:

  • O dividendo que é pago;
  • A fonte deste dividendo, e;
  • O seu valor patrimonial.

E, claro, conhecer um pouco do gestor é algo interessante.

Saiba que todo fundo imobiliário é obrigado a publicar um relatório mensal que fica lá no site da BM&F Bovespa, hoje a B3. Neste relatório você encontra todas as informações necessárias porém lembre-se, esse não é o único meio de você obter essas informações detalhadas.

Nós estamos no início de 2019 e nos últimos dois anos as cotas dos fundos imobiliários tiveram boa valorização e elas são negociadas na Bolsa de Valores.

Por isso, os FIIs são classificados como investimento em renda variável.

Maneiras de remuneração dos fundos imobiliários

Ao investir o seu dinheiro em fundos imobiliários você tem duas maneiras de remuneração:

– Uma delas são os proventos, também chamados de dividendos e a outra delas;
– A valorização patrimonial.

E, um dos pontos mais importantes sobre os FIIs é que os proventos ou dividendos são isentos de imposto de renda para pessoa física, porém a valorização patrimonial, ou seja, a diferença de preço entre o valor que você comprou o fundo e aquele que você vendeu, está sim é tributada na alíquota de 20%.

Logo, avalie muito bem todas essas informações, e, lembre-se este é um ativo para diversificar a sua carteira. Ele não é um produto para você investir todo o seu dinheiro nele.

Você pode estar se perguntando, quanto de fato é o retorno investindo em fundos imobiliários?

Na sua corretora, você pode perguntar para o seu assessor de investimentos. Provavelmente existe uma carteira recomendada onde estão listados os fundos que melhor performaram no último mês. Lembrando que estes relatórios são atualizados constantemente.

E, claro, dentro desta lista, você pode investir em um, dois, em alguns ou em todos os fundos da carteira. Mas, lembre-se, é recomendado que você invista em pelo menos mais de um, para diversificar os riscos. E, conhecer o seu perfil de investidor é fundamental para você equilibrar a composição da sua carteira.

Carteira recomendada de FIIs

Eu vou te dar um exemplo, nós pegamos a carteira recomendada da corretora que eu invisto e chegamos a uma média de rentabilidade dos proventos de 0,65% ao mês.

Lembrando que é isento de IR, logo, se você investir 100 mil reais, diversificando nos fundos dessa carteira, você obterá 650 reais de lucro mensalmente isento de imposto. Isso é bem mais do que você conseguiria alugando um imóvel no valor de 100 mil reais, correto?

Lembrando, que essa média pode variar e que você deve sempre investir dentro do seu perfil de investidor.

Logo, a dica que eu deixo é: procure sempre os assessores de investimentos para que você possa extrair o máximo que a sua plataforma de investimentos te oferece.


Se você quer investir com uma assessoria de investimentos ou apenas receber boas recomendações, agende uma conversa com um profissional de investimentos


Agora é com você, ficar no seu imóvel, tendo dor de cabeça com imobiliária, risco de vacância, ou seja, ele ficar sem aluguel, custo de manutenção, depreciação, entre vários outros aspectos.

Alocação do seu dinheiro de investimento em fundo imobiliário

Ou, alocar o seu dinheiro no fundo imobiliário, e ter rendimentos imediatos, acima daquele que você teria alugando seu imóvel físico.

Ah, tem mais um detalhe, a liquidez do imóvel fisico é um ativo difícil de ser vendido. Você não consegue vender um imóvel de um dia para o outro. O fundo imobiliário, além de ser muito mais diversificado, ele tem liquidez em três dias, já que ele é um ativo cotado na Bolsa de Valores.

E você já sabe, assim como as ações, os ativos que são cotados na Bolsa seguem a liquidez de três dias.

Eu já sei a sua decisão, por isso eu vou deixar aqui embaixo na descrição deste vídeo um link da corretora onde eu invisto para que você possa agora fazer o seu cadastro e fazer aquilo que você está pensando: começar a investir.

Espero que tenha gostado deste vídeo, logo, deixe o seu like. Ah, se você não está inscrito no canal caminho para riqueza, inscreva-se agora. E, não esqueça de habilitar esse sininho… esse ícone no formato de sino, para que você seja notificado sobre todo o conteúdo que a gente subir para o canal, ok?

E, lembre-se, o caminho para riqueza é você quem faz.

Até o próximo passo para a prosperidade.

Seja informado a cada novo post!

Assine e receba novos posts diretamente em seu email

Sobre o autor

Danilo Guedine

Danilo Guedine

Educador financeiro e co-fundador do Caminho para Riqueza. Possui mestrado em Finanças e grava vídeos semanalmente para o canal Caminho para Riqueza, no Youtube.