fbpx

Fundo multimercado: o que é e como fazer esse tipo de investimento?

O fundo multimercado tem sido um investimento muito procurado por investidores que buscam boa rentabilidade e aumentar o patrimônio por meio de aplicações. Isso ocorre devido às possibilidades de ganhos, diversificação e vantagens que esse fundo pode oferecer e que dificilmente outros investimentos lhe proporcionarão.

Para o investidor que já conhece, deseja investir ou já investe em fundo multimercado oferecemos um conversa mais detalhada com um profissional de investimentos. Você pode agendar um bate-papo.

No entanto, é preciso ter alguns cuidados no momento da escolha e na administração das suas aplicações, pois quanto maior a possibilidade de ganhos, maior será o risco atrelado.

Pensando nisso, vamos explicar neste post como funciona o fundo multimercado e como investir. Confira! Aproveite para complementar seus conhecimentos com nosso eBook sobre fundos de investimentos, clique abaixo para baixar.

Guia para escolher o melhor fundo de investimento e construir riqueza

O que é e como funciona o fundo multimercado?

O fundo multimercado é um investimento feito por meio de um grupo de investidores que buscam aplicar o seu dinheiro em diferentes tipos de ativos ao mesmo tempo. Dessa forma, é possível passar pelas oscilações do mercado financeiro sem ser prejudicado ou até mesmo se beneficiar com as constantes mudanças.

Os ativos podem ser desde ações e títulos públicos até câmbio e CDB (Certificado de Depósito Bancário). Para ter sucesso nesse tipo de investimento é preciso ter em mente que o seu resgate deverá ser pensado para objetivos de longo prazo, como aposentadoria. Além disso, é indicado que você tenha uma boa estratégia para se sair bem durante a volatilidade.

Contudo, existem alguns ativos do fundo multimercado que apresentam menor volatilidade e menores riscos, sendo assim, podem ser considerados como investimento de curto e médio prazo — mas a rentabilidade também será menor.

Como investir?

Além de abrir uma conta em uma corretora e ter um bom assessor de investimentos para começar a investir, é preciso estar atento a alguns fatos que podem lhe dizer se o investimento é rentável e se vale a pena. Sendo assim, esteja atento sobre:

Prospecto

É o item que disponibiliza informações sobre as suas estratégias e objetivos com o fundo. Geralmente esse item é de fácil acesso no meio que você usa para administrar as suas aplicações. É uma etapa extremamente importante, pois você nunca deve investir em um ativo financeiro sem saber do que se trata.

Aplicação inicial

Quanto você tem e está disposto a investir? Os valores iniciais mínimos para aplicação podem variar muito, mas giram em torno de R$100 e R$50.000. Desse modo, é necessário que você tenha um bom planejamento financeiro para ter certeza de quanto poderá ser investido.

Nível de risco

Assim como qualquer outra aplicação, o fundo multimercado apresenta risco. Entretanto, eles podem ser divididos em:

  • nível agressivo;
  • moderado e;
  • conservador.

O nível consiste no quanto aquele fundo pode oscilar negativamente, principalmente em um período de curto prazo.

Movimentação mínima

A movimentação mínima se refere ao valor mínimo para resgates ou aportes. Essa quantia varia bastante de fundo para fundo. Por isso, estude e veja do que se trata antes de fazer a sua aplicação.

Liquidez

Trata-se do prazo o qual o investidor precisa aguardar do dia em que pediu o resgate do fundo, até o dia em que o dinheiro é creditado na sua conta corrente. Esse prazo pode ser desde 1 dia até mais de 1 ano.

Histórico

A referência utilizada em fundos multimercado para renda fixa normalmente é o CDI. Então é muito importante que você e seu assessor busquem informações sobre o histórico de rendimento de cada ativo. Afinal, uma boa rentabilidade recente não quer dizer que esse ativo seja sempre positivo e apresenta bons resultados, não é mesmo?

Taxas de administração e performance

São taxas utilizadas para pagar os custos de toda a equipe envolvida na sua aplicação, ou seja, seu time gestor. Geralmente essa taxa administrativa fica em torno de 0,5% e 3% ao ano.

Já a taxa de performance é paga somente quando a sua equipe atingir uma meta, objetivo ou caso superem algum indicador. Com isso, acaba funcionando como incentivo para lhe proporcionar bons resultados.

Quais são as vantagens do fundo multimercado?

Existem diversos motivos que fazem desse investimento ser a escolha de muitos investidores que buscam ganhos elevados em suas aplicações. Confira algumas das vantagens:

Diversificação

Como dissemos, o fundo multimercado permite a aplicação em mais de um ativo ao mesmo tempo, o que, consequentemente, aumenta as suas possibilidades de ganhos mais elevados. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divide os fundos em quatro categorias: renda fixaaçõescambiais e os fundos multimercados.

Diferente das outras categorias que exigem uma porcentagem mínima de ativos ligados a outros investimentos, o fundo multimercado permite que você tenha 100% das suas aplicações em um tipo de investimento.

Flexibilidade

O seu gestor tem a possibilidade e flexibilidade de optar por mais de uma estratégia para atuar com o mesmo ativo, levando em consideração o tipo de aplicação e a situação do mercado financeiro. Normalmente, as estratégias mais utilizadas são:

  • macro;
  • long and short;
  • crédito privado;
  • multiestratégia;
  • long biased;
  • ações.

Gestão

O fundo multimercado permite que você tenha o auxilio e serviços de uma equipe que tem a função de estudar e controlar cada processo dos seus investimentos.

Nessa equipe você encontrará três componentes fundamentais. O primeiro deles é a gestora ou empresa que cuida da gestão de um ou mais fundos de investimento.

O outro constituinte da equipe é o assessor de investimentos, que conhece cada fundo disponível no mercado e as estratégias que o compõem, além de orientá-lo sobre os riscos. É ele quem lhe dará orientação de investimentos de acordo com o seu perfil.

No mais, ainda há o gestor, que é a pessoa responsável por determinar o momento certo de comprar ou vender cada ativo que faz parte do seu fundo e quais são os ativos que seu fundo poderá investir.

Quais os cuidados que devo ter?

O fundo multimercado apresenta riscos e, por conta disso, é preciso ter alguns cuidados. Então, como na maioria dos investimentos e dependendo da estratégia do fundo, eles podem ser prejudicados se uma empresa emissora de títulos não honrar com as suas pendências, o que é denominado risco de crédito.

Além disso, você não estará amparado pelo Fundo Garantidor de Crédito. Sendo assim, sempre se certifique e pesquise se está fazendo aplicações com gestores sérios, com estratégias consolidadas e bom histórico de rendimento.

Outro cuidado é com o uso da alavancagem em alguns tipos de fundos pois, por mais que essa técnica possibilite bons ganhos, o mau uso pode gerar prejuízos irreversíveis. No mais, esteja atento às estratégias que são utilizadas, já que você pode correr o risco delas não funcionarem como esperado.

Guia para escolher o melhor fundo de investimento e construir riqueza

Ajuda de um bom assessor

O fundo multimercado pode lhe render bons frutos principalmente se não existir pressa para retirada dos seus rendimentos. Logo, tomando alguns cuidados e tendo a ajuda de um bom assessor, é provável ter muito sucesso nas suas aplicações.

Que tal contar com pessoas especializadas para lhe auxiliarem nesta tarefa? Entre em contato conosco e fale com nossos assessores de investimento!

Caminho para Riqueza

Por Caminho para Riqueza

Caminho para Riqueza é um blog de educação focado em investimentos financeiros.

Comentários