fbpx

Filosofia de investimento nas gestoras

Algumas gestoras de ativos costumam publicar uma carta aos seus clientes. E, nesta carta elas apresentam a sua filosofia de investimento. Nestas cartas o investidor vai encontrar algumas das práticas e um pouco da forma de pensar da gestora, ou seja, a sua “mentalidade de investidor”.

Carta ao investidor

Muito se comenta da carta anual de Warren Buffett aos acionistas da sua empresa, a Berkshire Hathaway. Nesta carta anual Buffett destila seu modo de pensar (mentalidade de investidor) e também a sua filosofia de investimento.

A gestora Alaska é uma das gestoras que acompanho e suas cartas possuem um conteúdo interessante onde é possível aprender muito sobre a filosofia de investimento que aplicam.

A lista de erros nas decisões de investimento

O número de vieses ou erros documentados por estudiosos das finanças comportamentais (Dan Ariely, do livro Previsivelmente Irracional é um deles) é grande e podemos conectá-los a muitos fenômenos irracionais recorrentes no mercado.

Comportamento de manada

A formação das bolhas financeiras é resultado de um viés que leva investidores a assumirem comportamento de manada, o que significa pagar preços altos demais simplesmente pelo medo de ficar de fora de uma tendência. Isto significa abandonar seu processo de investimento assim como sua análise individual.

Viés de erro da recência

Além do comportamento de manada, outro erro que se destaca é conhecido como “viés de recência”, de recente, ocorrido a pouco tempo. Consiste na atribuição de pesos desproporcionais para eventos recentes no processo de tomada de decisões.

Percepção de risco

Muitas vezes o aumento da percepção de risco faz com que haja uma estimativa excessiva da probabilidade de ocorrência de catástrofes, medo do perigo imediato, busca por dicas e confirmações de terceiros, aumento de desconfianças e incertezas.

Processo de investimento

Mesmo sabendo disso, não existe fórmula mágica para livrarmo-nos completamente dos vieses ou erros. Porém, observamos que um padrão presente em investidores bem sucedidos é a capacidade de ignorar impulsos e equívocos em momentos de estresse e seguir com seus respectivos processos de investimento.

A segurança dos prazos longos

Percebemos que quanto mais longo o horizonte de investimento, há menos propensão a cair em armadilhas de comportamento.

Escolhendo investir por prazos realmente longos (preferencialmente indefinidos), ganhamos a vantagem de não precisar fazer nada em momentos que muitos investidores acabam agindo por impulso.

A vantagem competitiva do tempo

A cada nova euforia, o mercado financeiro (Bolsa Valores, etc) apresenta um menu de novas oportunidades de investimento proporcionadas por movimentos de participantes que, no geral, pensam só no curto prazo. O tempo é uma das melhores vantagens competitivas que um investidor pode ter e está disponível para qualquer um.

Firmeza em momentos de estresse

Porém, observamos que um padrão presente em investidores bem sucedidos é a capacidade de ignorar impulsos e equívocos em momentos de estresse e seguir com seus respectivos processos de investimento.

Percebemos que quanto mais longo o horizonte de investimento, há menos propensão a cair em armadilhas de comportamento.

Dica: saiba como pensa a gestora dos seus fundos de investimentos

O investidor que aplica em fundos de investimentos deveria saber muito bem a filosofia de investimento da gestora. Em geral, ela deixa isso claro, se não o deixa repense sua escolha.

Baixe nosso e-book sobre fundos e continue sua jornada como investidor.

guia fundos de investimentos
Éverton Gaucho

Por Éverton Gaucho

É investidor na bolsa e escreve sobre investimentos e tecnologia. É sócio e autor no Caminho para Riqueza. Twitter: @EvertonCpR

Comentários