fbpx

Evite a moda tanto quanto a peste [Philip Carret]

Carret foi um dos pioneiros da escola de valor. Ele obteve enormes retornos com seu fundo Pioneer. Dizia se interessar por ações que os outros desdenhavam, hoje isso até pode parecer fazer algum sentido mas em sua época era considerado muito excêntrico.

Evito a moda tanto quanto a peste.
(Philip Carret)

Em sua frase Carret se refere as ações na moda. Claramente isso não difere muito do que Peter Lynch costuma dizer sobre sua preferência por escolher ações de empresas enfadonhas. Para Carret também significava adquirir ações que ninguém mais queria ou sequer sabia que existia.

caminho para riqueza no telegram

Coronavírus é a peste de Carret?

Não chega a isso, na verdade a colocação é outra. Mas Philip Carret estaria em um bom momento se estivesse vivo para investir. Com todas as Bolsas do mundo em baixa durante a crise do Coronavírus, ele certamente aumentaria seu portifolio com ações de empresas precificadas para baixo.

Estado emocional do investidor

Para Carret o estado emocional do investidor ajudava a definir sua forma de atuar com os investimentos. Ele relacionava as tendências do mercado ao comportamento emocional das pessoas.

As tendências do mercado financeiro refletem o comportamento de compra e venda de inúmeras pessoas. Por sua vez, essas negociações refletem, consciente ou inconscientemente, um aspecto do estado emocional que envolve essas transações. Em alguns momentos, suas esperanças e, em outros, seus temores afetam os preços de um modo mais decisivo que a produção de aço, os carregamentos ou outros fatos do mundo dos negócios.
(Philip Carret)

Conforme coloca Carret, o temperamento é um dos principais valores que diferencia quem investe através do Value Investing (investimento em valor) ou não.

A virtude da paciência

Para Philip Carret a virtude da paciência era de todas a habilidade mais importante para um investidor de valor. Em crises como a do coronavírus, quando muitos se entregaram ao pânico, veja o caso de XPML11, o investidor atento encontrará valores a preço de pechincha.

A tendência durante as quedas da bolsa é vender e não comprar. E, no geral, os investidores compram quando há uma boa notícia, por exemplo, uma matéria positiva sobre a bolsa de valores nas revistas Exame ou Veja.

E, se em dois meses a ação não se move, vendem e buscam outra coisa. Ignorando os princípios da escola de valor muitos investidores perdem dinheiro e demoram anos ou décadas para retomar o que perderam.

ETF - ebook - caminho para riqueza
Éverton Gaucho

Por Éverton Gaucho

Escreve sobre investimentos e tecnologia. É autor no site Caminho para Riqueza. Twitter: @EvertonCpR

Comentários