fbpx

Como as ações podem garantir o futuro do investidor

Como o investimento em ações, com o value investing ou day trader, pode gerar uma grande reserva de valor para o investidor, com o passar do tempo? E, o que fazer no dia a dia para obter essa conquista?

Investir para Receber

Aos poucos mais e mais investidores estão buscando o investimento em ações. De um lado temos empresas sólidas que possuem projetos de expansão do negócio. O investidor coloca seu dinheiro nestes projetos de longo prazo, comprando ações da empresa.

De outro lado temos o trader, olhando para a volatilidade do mercado de ações. Com a análise técnica e algoritmos como fibonacci, por exemplo, ele vai ampliar ou reduzir o seu portifólio, tendo perdas ou ganhos expressivos num curto período de tempo.

Estes extremos do investimento financeiro são o value investing e o day trader. Não há certo ou errado, o perfil e o momento do investidor vão definir o melhor. Inclusive é possível ficar com o meio termo e se utilizar de ambos para investir, buscando ganhar com as duas estratégias.

Aportes periódicos

No caso de ambas estratégias: value investing ou day trader, a importância do aporte recorrente é fundamental. Este tipo de aporte é para mim a característica mais importante do investidor de bolsa. É o aporte recorrente que o “credencia” como investidor de bolsa. Esse dinheiro pode se manter parado por alguns meses na conta investimento, até uma boa oportunidade de compra aparecer, não seja ansioso.

Reinvestimento de Dividendos

O reinvestimento dos dividendos recebidos deve ser prioritário. Este montante, inicialmente baixo, entrará no mesmo montante dos aportes periódicos. Este valor deve ser reinvestido sempre que se aparece uma nova oportunidade de investimento.

Esta nova oportunidade para investir vai depender do perfil e objetivos do investidor. Escrevo sobre isso abaixo, em educação em investimentos.

Peter Lynch ebook selecao de acoes

Proteção com ouro, prata e metais preciosos

A crise do coronavírus evidenciou o investimento em metais preciosos, principalmente o ouro, sem desconsiderar outros metais, como a prata. O ouro, no Brasil, é um ativo financeiro, sendo negociado como commoditie e também como ouro físico. Neste caso aqui me refiro ao ouro físico mesmo.

É sabido que judeus e árabes, brasileiros, optam por investir em ouro e prata física, e eu concordo com eles. O aumento da cotação do ouro e prata desde o começo da crise foi de quase 50%. Portanto, a importância de manter em seu portifólio de investimentos ouro e/ou prata é considerável, mas deixo para o próprio investidor fazer a sua análise se deve ou não investir.

Educação em investimentos

Um investidor precisa estudar e se educar, e isto de certa forma está alinhado ao seu perfil de investidor (value investing, trader, misto, etc) e seus objetivos (renda rápida, aposentadoria com ações, compra imóvel, etc).

Como um investidor que busca aprimoramento e acompanha os seus investimentos minha sugestão é que o investidor mantenha um programa de estudos inteligente, por menor que seja, com certa constância:

  • Assinar e ler relatórios de uma casa de análise;
  • Acompanhar o boletim (newsletter) de dois ou três sites de qualidade;
  • Fazer um curso por ano (online, por exemplo) e por fim;
  • Manter uma frequência na leitura de livros relevantes, de diversas áreas.
caminho para riqueza no telegram
Éverton Gaucho

Por Éverton Gaucho

Escreve sobre investimentos e tecnologia. É autor no site Caminho para Riqueza. Twitter: @EvertonCpR

Comentários